5 hábitos que distinguem as pessoas inteligentes do restante. O #3 é impressionante!

Há muitos estereótipos relacionados às pessoas inteligentes, que vão desde à “arrogância” até mesmo a uma hiperatividade fora do comum. Mas… e se essas premissas forem mentira?

E de fato são: alguns estudos aqui apresentados analisaram o QI de vários grupos sociais e descobriram características impressionantes sobre essas pessoas. Veja a seguir os 5 hábitos que distinguem as pessoas inteligentes do restante:

5 – Pessoas inteligentes são menos agressivas e mais empáticas

Mistérios do Mundo
Hand on shoulder, close-up

Pessoas inteligentes geralmente são mais capazes de usar a razão em momentos em que o restante das pessoas ficariam furiosas, frustradas ou com raiva. Dificilmente elas perdem a calma por terem um autocontrole maior e uma capacidade crítica de analisar as circunstâncias de maneira imparcial.

Um estudo da Universidade de Michigan analisou a relação entre um comportamento agressivo e o quociente de inteligência baixo, usando uma população de pais e filhos durante 22 anos. Os resultados revelaram que as crianças rapidamente conseguem reagir à raiva, no entanto isso impede o desenvolvimento saudável de seus cérebros, interferindo imediatamente no quociente de inteligência e em sua personalidade futura.

Outro estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Tecnologia do Texas também mostrou que as pessoas mais inteligentes têm uma maior capacidade de reconhecer o sentimento dos outros e tentar compreender o próximo, o que chamamos de “empatia”. Nas observações constatou-se que essas pessoas conseguem perceber inclusive se a pessoa com quem conversa é mais inteligente que elas, ao mesmo tempo em que se tornam mais dispostas a fazerem algo de bom para o próximo sem esperar retorno algum.

4 – Pessoas inteligentes são capazes de assumir os seus erros

Mistérios do Mundo

Outro estudo também feito pela Universidade de Michigan mostrou que o cérebro das pessoas inteligentes reage de forma diferenciada ao de outras pessoas quando o assunto é assumir seus próprios erros. Isso devido ao fato de que o desenvolvimento cerebral das crianças cujos pais adotavam punições ou comportamentos altamente reprovadores diante os erros, passaram por muito estresse pela culpa e ansiedade, de modo que sua inteligência certamente foi prejudicada até à vida adulta.

Pessoas inteligentes geralmente conseguem ver os erros como oportunidades de crescimento e por essa razão detêm responsabilidade de conduta.

3 – Elas são fisicamente preguiçosas

Mistérios do Mundo

Com certeza você não esperava por essa informação: as pessoas que são inteligentes geralmente são classificadas como “preguiçosas” e isso tem um motivo: um estudo feito pela Florida Gulf Coast University mostrou que as pessoas inteligentes geralmente pensam muito sobre a vida e sobre muitas coisas, enquanto as outras menos inteligentes ficam entediadas com facilidade e precisam fazer algo geralmente relacionado às atividades físicas para se distraírem.

2 – Pessoas inteligentes são corujas

Mistérios do Mundo

A London School of Economics realizou uma série de estudos que mostrou que as pessoas inteligentes ficam acordadas até mais tarde em comparação com aquelas de um QI mais baixo.

Para isso, foram avaliados participantes diversos, dos quais os de QI de 75 foram dormir antes da meia-noite durante a semana, enquanto as pessoas com QI de 125 iam dormir depois da meia noite em média. Aos fins de semana constou-se que as pessoas inteligentes também costumavam a dormir mais tarde.

Porém, a consideração é de que os participantes eram todos jovens, com uma faixa etária na casa dos vinte anos.

1 – Elas podem ser ansiosas e muito, muito desconfiadas

Mistérios do Mundo

Sim, é isso mesmo: as pessoas inteligentes muitas vezes acabam passando por inúmeros pensamentos de probabilidades e isso pode afetar diretamente suas relações sociais, tanto pela ansiedade como pela falta de confiança.

Psicólogos evolutivos chegaram a essa conclusão através de uma pesquisa realizada que envolveu 15 mil pessoas entre 18 e 28 anos. Os resultados também apontaram que, por outro lado, essas pessoas podem ser manipuladoras por conta de sua alta capacidade imaginativa.

Incrível, não?

[Stay on the Healthy Path]

Comentários
Carregando...