Notícias e artigos sobre ciência, incluindo espaço, biologia, arqueologia, e muito mais.

4 erros que Hollywood sempre comete que acabam quebrando qualquer história

É bastante comum perdermos o foco durante um filme ou programa de TV quando algo externo acaba chamando nossa atenção. O celular de alguém toca, sua mãe faz uma pergunta sobre o enredo, ou alguém que fica fazendo muito barulho no cinema acaba deixando tudo mais complicado… enfim, todo mundo já passou por uma situação assim, não é verdade?

Mas às vezes a culpa não é do mundo ao seu redor. Isso porque os próprios filmes e séries fazem o trabalho de deixá-lo entediado e muitas vezes até mesmo com sono.

Entretanto, o que os filmes fazem assim de tão grave? Confira a seguir em “4 erros que Hollywood sempre comete que acabam quebrando qualquer história”:

4 – Histórias pouco diferenciadas e repetições em filmes ‘origens’

Filmes origens são aqueles que contam a história de origem de um certo personagem de uma franquia, como por exemplo X-Men Origins: Wolverine. Grande parte do problema com esses filmes surge muitas vezes por lacunas que ficam nos filmes, sendo eles necessários para aportar a franquia com algum detalhes a mais.

A título de exemplo, todo novo filme de Exterminador do Futuro prevê que o público nunca tenha visto o anterior, usando pelo menos 10% do tempo de execução explicando mais uma vez toda a franquia. É quase tão tedioso quanto a vida de Peter Parker como um adolescente, observando seu tio Ben ser assassinado e renascido diversas vezes.

3 – A pausa para a entrada de uma grande estrela já prevê os resultados futuros

Algo muito comum, principalmente em filmes de ação de heróis, é a atenção especializada que os personagens de grandes estrelas de cinema ganham ao aparecer pela primeira vez no filme ou em certos momentos da história.

Jogadas interessantes de câmera são importantes para todo e qualquer filme, porém esse tipo de cena demanda uma atenção exclusiva. É um tipo de pausa que, segundo a equipe do Cracked “bate palmas e entrega o herói” e assim já sabemos o que irá acontecer: ele salvará tudo e a todos e todo o mal será banido por um tempo.

2 – Sons no espaço

Esse é um erro científico e por esse motivo até pode passar despercebido, mas para quem entende, infelizmente não. O som requer ar para viajar – sem ar (como encontramos no vácuo do espaço) não há som. Muitos filmes ignoram completamente isso e produzem efeitos sonoros nas batalhas. A maior exceção a esse erro é o filme 2001 Uma Odisseia no Espaço – toda a atividade espacial ocorre em silêncio – com a adição ocasional da famosa música ‘Danúbio Azul’.

1 – Músicas esporádicas

A trilhas sonoras em filmes podem fazer duas coisas muito diferentes:  podem melhorar a experiência, deixando você mais interessado no filme da maneira que a mesma cena sem música nunca poderia fazer.  Mas uma trilha sonora também pode quebrar totalmente uma cena, revelando que o filme que você está assistindo é apenas uma grande estratégia de marketing.

Afinal, se você gosta de Homem de Ferro e Ed Sheeran, por que não colocar os dois no mesmo filme, certo?

Bônus: O maior nome, ou geralmente o nome mais “fino”, é sempre o do assassino.

Pode perceber! Agora a razão pela qual Hollywood faz uma jogada dessa… bem, isso é de fato um mistério!
[Cracked]

Comentários
Carregando...