24 mudanças inevitáveis que acontecem com o seu corpo a cada 10 anos

O envelhecimento é inevitável para todos e a maioria dos efeitos desse processo tem a ver com o funcionamento de nossos corpos. Mas, além dos sintomas óbvios de que estamos ficando velhinhos, como cabelos brancos até pele menos elástica, há mais sintomas incomuns que surgem à medida que o corpo envelhece.

Fique atento, pois essas são as 24 mudanças inevitáveis e importantes que acontecem com o seu corpo a cada 10 anos:

6 – Dos 20 aos 30

Este é o período em que a maioria das pessoas se sente jovem, cheia de energia e raramente pensa na velhice. Mas mesmo nessa idade, pequenas mudanças acontecem. E se você não der uma certa atenção aos 20 ou 25 anos, você pode se surpreender com o que acontece com você aos 30 anos. Durante esse período:

  • Seus ossos param de crescer;
  • A produção de colágeno diminui;
  • Os dentes do siso aparecem.

Naturalmente, o corpo de cada pessoa é único. Por exemplo, algumas pessoas já conseguem ver o siso aos 16 anos e algumas nunca na vida. Mas para a maioria o processo é o mesmo, então você deve levar em conta esses fatos.

Dica: Mesmo que você não engorde muito aos 20 anos, acostume-se a se atentar ao que come. Porque aos 30 anos, seu corpo pode mudar drasticamente se você se entregar muito a alimentos não saudáveis.

5 – Dos 30 aos 40

Muitos chegam aos 30, mas tem cara de 25. No entanto, por dentro elas continuam com 30 e as mudanças no corpo só se tornam mais rápidas. E se nada for feito, essas alterações podem se tornar visíveis em breve. Alterações nesta idade podem incluir:

  • O agravamento do tônus ​​muscular;
  • Diminuição da quantidade de tecido muscular, por ser substituído por gordura;
  • Uma diminuição na quantidade de colágeno e elastina.

Dica: Se você sempre esteve no peso mesmo não fazendo nada, deveria se acostumar a fazer alguma atividade física. Se você não fizer nenhuma prática, seu tônus ​​muscular pode começar a deteriorar. É muito importante cuidar da sua pele e evitar banhos de sol.

4 – Dos 40 aos 50

Alguns cientistas acreditam que o corpo humano atinge o auge de seu desenvolvimento aos 38 anos e, depois disso, começa o verdadeiro envelhecimento. As mudanças que acontecem mais rapidamente incluem:

  • Diminuição no número de células nervosas;
  • Acúmulo de gordura no corpo;
  • Deterioração da visão;
  • Aumento na fragilidade dos ossos e articulações;
  • Perda de estrogênio e aumento da pressão arterial em mulheres.

Dica: Nessa etapa, fazer atividade física é vital. Isso ajudará a equilibrar a função normal do coração e a desacelerar a diminuição do tecido muscular. Se você não está acostumado a praticar esportes, comece pequeno, fazendo algo como caminhar ou nadar. Além disso, você deve começar a monitorar sua pressão arterial: o risco de ter uma doença cardiovascular aumenta dramaticamente nessa idade.

3 – Dos 50 aos 60

Neste estágio, a aparência das pessoas muda muito. E não é apenas por causa de seus genes, mas também por causa de seu estilo de vida: incluindo hábitos alimentares, atividade física e assim por diante. A maioria das pessoas experimenta mudanças semelhantes durante este período da vida, como:

  • Células cerebrais e outras células permanentemente danificadas;
  • Risco de problemas gástricos aumenta;
  • Deterioração da memória.

Dica: Durante esse período, a maioria das mudanças está relacionada à função cerebral e é nisso que você deve prestar mais atenção. Adquira novas habilidades, experimente coisas novas, leia livros e tente executar tarefas fora do comum. Nessa idade, muitas pessoas percebem que é difícil se concentrar e memorizar as coisas. É por isso que é necessário ingerir alimentos e estimular as funções cerebrais.

2 – Dos 60 aos 70

A maioria das pessoas experimenta mudanças físicas que são absolutamente óbvias nessa idade. No entanto, também há mudanças internas que poucas pessoas conhecem, como:

  • Os receptores de nervos e paladar também não funcionam: fica mais difícil para as pessoas sentirem gosto, cheiros e até a temperatura;
  • A voz muda;
  • A função cardíaca diminui;
  • Os ossos ficam mais finos, de modo que algumas pessoas podem ficar um pouco mais baixas.

Dica: Nessa fase, é muito importante monitorar a função cardíaca, seguir uma dieta rigorosa e fazer um check-up médico regularmente. Para manter os músculos tonificados, você precisa continuar com as atividades físicas regularmente.

1 – 70 anos ou mais

Pessoas com mais de 70 anos são consideradas idosas. Mesmo que algumas delas pareçam mais jovens, o processo de envelhecimento se torna ainda mais rápido. As mudanças neste estágio da vida incluem:

  • Diminuição na massa muscular (as pessoas se cansam mais rápido e não conseguem fazer as coisas que costumavam fazer antes);
  • Diminuição no volume de gordura no corpo;
  • Diminuição na velocidade de regeneração (todo o dano da pele leva mais tempo para cicatrizar);
  • Desaceleração em todas as funções do corpo (respiração, digestão e assim por diante);
  • Agravamento da memória de curto prazo (as pessoas lembram-se facilmente de coisas que aconteceram há muito tempo, mas têm dificuldade em lembrar o que aconteceu há várias horas ou dias atrás).

Dica: Nessa “reta final”, as pessoas precisam se esforçar muito mais para ficar em forma (incluindo fazer o cérebro e o corpo trabalharem o suficiente), consultar um médico regularmente e talvez tomar alguns medicamentos necessários.

Mudanças no corpo são algo que não podemos parar, mas podemos atrasá-las. Pessoas idosas que cuidaram de seus corpos durante toda a vida são aquelas que vemos correndo uma maratona por aí aos 70 anos ou aprendendo a fazer algo novo aos 80 anos de idade. Tudo o que podemos fazer é cuidar e preservar nossa saúde corpos para estender nossa juventude e, consequentemente, aumentar as chances de vivermos por mais tempo.

[Bright Side]

Comentários
Carregando...