16 mistérios que até hoje permanecem sem uma solução

O mundo está cheio de mistérios que ainda não foram solucionados, e alguns dos mais curiosos você vai conhecer nessa lista.

Confira:

1. Invasão a uma emissora de TV de Chicago.

No dia 22 de novembro de 1987, a transmissão do seriado Doctor Who foi interrompida em uma emissora de Chicago por um invasor desconhecido. Usando uma máscara com o rosto de Max Headroom, o anônimo mostrou sua incredulidade por ter conseguido o feito, dançou, deu risadas e proporcionou uma das cenas mais bizarras da televisão estadunidense.

2. Kryptos.

Wikipedia

Do lado de fora da sede da CIA, em Virginia, nos EUA, você pode encontrar essa grande estrutura, intitulada Kryptos. Trata-se de uma brilhante obra de Jim Sanborn, simbolizando o poder da criptografia. A escultura possui quatro enigmas, dos quais apenas três foram decifrados até hoje.

O último, nem mesmo os investigadores mais brilhantes da CIA conseguiram desvendar.

3. Cicada 3301.

A Cicada 3301 é uma organização cujos membros até hoje permanecem anônimos, e que de tempos em tempos publicam na Internet enigmas, quebra-cabeças e jogos misteriosos, que testam a inteligência e o raciocínio dos internautas. Não se sabe a razão por trás dos jogos, nem o que a organização almeja.

Wikicommons

4. Manuscrito Voynich.

O Manuscrito Voynich é um espécie de livro que até hoje permanece sem uma explicação definitiva. A obra possui uma série de desenhos de árvores e plantas que não existem em nosso planeta, e é todo escrito em uma língua que também não se parece com nenhum idioma conhecido. Os cientistas estimam que o material tenha sido escrito à mão em meados do século 15, mas até hoje ninguém conseguiu decifrá-lo e entender de uma vez por todas o seu significado.

Wikicommons

5. Jack, o Estripador.

Talvez esse seja o mistério mais famoso do mundo que ainda não tem solução. Trata-se do pseudônimo de um assassino a quem são atribuídas pelo menos cinco mortes em meados dos anos 1800, e que nunca foi pego pela polícia. Nem mesmo a sua imagem ou nome verdadeiro foram descobertos em todos esses anos.

Wikicommons

6. June e Jennifer Gibbons.

June e Jennifer foram duas gêmeas que viveram em meados dos anos 60 no País de Gales, e durante toda suas vidas foram envoltas em mistérios e bizarrices. As duas garotas não conversavam normalmente com outras pessoas, e entendiam-se apenas entre si. Terminaram internadas em uma clínica especializada no tratamento de condições mentais, mas infelizmente nunca conseguiram ter uma vida normal.

7. Tamam Shud.

Em 1948, um homem foi encontrado sem vida em uma praia da Austrália. Sua identidade era desconhecida, e a única possível pista encontrada foi um bilhete com os seguintes dizeres: “Tamam Shud”. O pedaço de papel fora encontrado em seus bolsos, e remetiam a um texto poético do autor Omar Khayyam. Várias nações no mundo inteiro somaram esforços para tentar identificar o homem, mas não tiveram sucesso.

Wikicommons

8. Linhas de Nazca.

Localizadas no Peru, as linhas do deserto de Nazca provavelmente foram feitas em meados de 400-650 d.C. No entanto, até hoje não se sabe exatamente o que elas significam. Alguns desenhos formam a imagem de animais, objetos e até mesmo uma figura curiosa, que aparentemente representa um ser humano com uma roupa que se assemelha à utilizada por astronautas.

Wikicommons

9. A chuva de carne de Kentucky.

A chuva de carne de Kentucky foi um evento bizarro ocorrido em 8 de março de 1876, onde objetos semelhantes com pedaços de carne vermelha caíram do céu por alguns minutos. Não se sabe exatamente o que provocou este incidente, mas a explicação mais aceita é a que diz que o alimento fora regurgitado por aves que sobrevoavam o local.

Shutterstock

10. Assassinatos de Hinterkaifeck.

WikiCommons

Hinterkaifeck era uma pequena fazenda na Alemanha, que acabou ficando famosa por ter cido o palco de um dos crimes mais bizarros do país. Um assassino desconhecido até os dias de hoje invadiu o local matando um homem, sua esposa, seus três filhos e sua empregada.

O mais bizarro de tudo é que há relatos de que a empregada que trabalhava na casa antes do incidente havia deixado local dizendo que a fazenda era mal assombrada.

11. O Assassino do Zodíaco.

O homem conhecido como Assassino do Zodíaco é um dos serial killers mais famosos da história do Estados Unidos. Sua área de atuação foi a Califórnia, no final da década de 1960. Apesar de ter assustado a todos enviando cartas ameaçadoras para a imprensa local, a polícia e os investigadores nunca descobriram sua verdadeira identidade.

Wikicommons

12. O “hum”.

“Hum” é como é chamado um estranho zumbido que atormenta várias pessoas ao redor do mundo, com focos relevantes no Reino Unido e na Nova Zelândia. O barulho não costuma ser alto, porém é constante e tira a paz de quem diz ouvi-lo com frequência.

Sound Waves: High Pitch

13. Esferas de pedra da Costa Rica.

Essas grandes esferas de pedra podem chegar a 15 toneladas, e são consideradas um patrimônio histórico da Costa Rica, país onde foram encontradas. Os artefatos foram criados por antigos membros da cultura Diquis, mas até hoje os pesquisadores não fazem ideia do que motivou a sua criação.

Wikicommons

14. O sinal “Wow!”.

Enquanto analisava dados registrados por sinais de rádio vindos do espaço, o astrônomo Jerry R. Ehman se impressionou com um sinal relativamente alto e potente, sem explicação plausível para sua existência. Ele rapidamente circulou as ondas de rádio e escreveu “Wow!” ao lado delas. A partir de então, muitos passaram a utilizar o sinal Wow! como uma evidência de vida extraterrestre, mas nada fora comprovado, e até hoje não há uma explicação concreta sobre a origem das ondas.

Wikicommons

15. O incidente do Passo Dyatlov.

Nove escaladores foram mortos no incidente do Passo Dyatlov, sob circunstâncias bizarras e até hoje não completamente explicadas. [5 mistérios que até hoje permanecem sem solução]

Wikicommons

16. Rongorongo

Esses glifos misteriosos, encontrados na Ilha de Páscoa, onde também residem os famosos moais gigantes, até hoje permanecem sem uma tradução adequada. Os pesquisadores acreditam, entretanto, que ele possa ter algo a ver com os moais e seu processo de construção.

Wikicommons

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.