15 maneiras infalíveis de fazer o garçom te odiar

Todos nós gostamos de nos considerar clientes atenciosos quando se trata de comer fora, mas um número chocante de pessoas é bastante rude com garçons e garçonetes. Se você já trabalhou em um restaurante, sabe do que estamos falando: convidados que estalam os dedos para agilizar, reclamam de erros na cozinha e possuem zero modos.

Sair para comer deve ser divertido, e é importante ser respeitoso com os funcionários (e outros clientes!) no restaurante. A seguir estão algumas coisas que realmente incomodam os funcionários, portanto, cuidado:

15 – Não entender o conceito de horário de fechamento do local

© Shutterstock

Quem nunca chegou 5 minutos antes de fechar, que atire a primeira pedra.

14 – Culpá-los sobre coisas que estão além do controle deles

© Shutterstock

Os garçons e garçonetes conectam você à cozinha, mas não são responsáveis por tudo o que acontece. Não é culpa deles que o restaurante só tenha Pepsi, o banheiro fica no outro andar, o hambúrguer passou do ponto ou que o local está um pouco frio. Não há problema em pedir que eles devolvam algo à cozinha, mas não jogue sua irritação neles; eles não cozinharam sua comida.

13 – Colocar guardanapos e outras coisas em copos

© Shutterstock

Quando se trata de limpar a mesa, é bastante inconveniente ter que ficar tirando guardanapos sujos de um copo. Facilite as coisas para o garçom e deixe guardanapos sujos em cima da mesa, onde podem ser recolhidos com rapidez e facilidade.

12 – Chamar o garçom várias vezes, todas sem saber o que pedir ainda

© Shutterstock

O garçom não é seu mordomo particular. Decida antes, chame depois.

11 – Reclamar sobre a comida

© Shutterstock

… Mesmo depois de ter limpado o prato com gosto. Ok.

10 – Fazer mil perguntas

© Shutterstock

Não há problema em fazer perguntas, mas não é necessário perguntar todos os ingredientes do hambúrguer se eles estão todos bem na sua frente, no cardápio.

9 – Crianças correndo e fazendo bagunça no estabelecimento sem supervisão

© Shutterstock

Não só atrapalha a passagem dos garçons e aumenta a chance de causar um acidente, mas se há gritos também, pior ainda.

8 – Ainda no mesmo tópico: deixá-las sujarem a mesa à vontade

© Shutterstock

“Não sou eu quem vai limpar mesmo”.

7 – Ter pressa sem comunicar o garçom

© Shutterstock

Se você tem outro compromisso em 5 minutos e precisa da comida com agilidade, avise-o. O garçom não é adivinho!

6 – A incapacidade de ler o menu antes, “prendendo” o funcionário por meia hora ao fazer um pedido

© Shutterstock

Há outras pessoas esperando para pedirem também.

5 – Deixar a cadeira tão para trás que ninguém consegue passar

© Shutterstock

Garçons não são gigantes para pular entre as mesas, ok?

4 – Reclamar sobre a quantidade de pessoas no local

© Shutterstock

Nesse caso, não há nada a fazer. Guarde sua indignação para si mesmo, não precisa compartilhar com o garçom, ele não vai exterminar os outros clientes por sua causa.

3 – Zero modos

© Shutterstock

Se o funcionário pergunta se você está bem, tenha modos e responda em vez de já sair fazendo o pedido. Aliás: “Por gentileza”, “Por favor” e “Obrigado” ajudam muito.

2 – Deixar as coisas jogadas na mesa enquanto o funcionário serve o pedido

© Shutterstock

Libere espaço na mesa antes para facilitar a vida deles.

1 – Tratá-los como qualquer coisa

© Unsplash

Lembre-se: Em primeiro lugar você está falando com um ser humano, portanto nunca esqueça do respeito.

você pode gostar também
3 Comentários
  1. Vincenzo Diz

    Somos um povo que tratamos garçom feito escravo. E só pegar exemplo dos países desenvolvidos, lá o garçom é tratado como ser humano……

  2. jolmario Diz

    Olha, perfeitas as colocações.
    Sou garçom há mais de trinta anos
    E sempre convivi com essas situações.
    Tem pessoas que vc dá um boa noite
    E simplesmente não respondem.
    Pior são aquelas que querem mudar os ingredientes dos pratos.

  3. Hassini Diz

    Porém, em países desenvolvidos que se destacam como centros gastronômicos superestima clientes, tratando-os como apenas consumidores.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.