14 fotos fascinantes de veteranos da Primeira Guerra Mundial após terem seus rostos “restaurados”

A Primeira Guerra Mundial foi um período horrível – muitas pessoas morreram e algumas das que sobreviveram foram severamente desfiguradas. Após os médicos fazerem tudo o que podiam, os sobreviventes ficaram com suas marcas e cicatrizes. Mas, uma mulher chamada Anna Coleman decidiu ajudar.

Anna Coleman Watts Ladd era uma escultora americana que se mudou para a França com o marido em 1917. Foi lá que conheceu um escultor britânico chamado Francis Derwent Wood. Wood abriu um local chamado “Tin Noses Shop”, onde ajudaria soldados severamente desfigurados, criando máscaras faciais realistas para cobrir suas cicatrizes. Inspirada pelo trabalho do escultor, Ladd abriu seu próprio estúdio começou a criar máscaras para soldados por conta própria.

As obras de Coleman ajudaram a mudar a vida de muitos soldados e você pode ver algumas de suas obras surpreendentes e emocionantes abaixo:

Anna Coleman Watts Ladd foi uma escultora americana cujo trabalho mudou muitas vidas

Reprodução © Rare Historical Photos

No final de 1917, Coleman se inspirou no escultor Francis Derwent Wood, que criava máscaras para soldados gravemente feridos da Primeira Guerra Mundial em sua “Tin Noses Shop”

Reprodução © Rare Historical Photos

Coleman fundou o “Studio for Portrait-Masks”, onde fornecia máscaras cosméticas para soldados da Primeira Guerra Mundial desfigurados

Reprodução © Rare Historical Photos

Durante essa época, homens feridos lutaram contra o estresse psicológico de se preocupar com o que as pessoas pensariam sobre sua aparência prejudicada.

Reprodução © Rare Historical Photos

Os chamados mutilés haviam sido tão feridos que alguns de seus rostos eram quase irreconhecíveis

Reprodução © Rare Historical Photos
Reprodução © Rare Historical Photos

Essas vítimas eram referidas como “as mais trágicas de todas as vítimas da guerra”, pois a maioria delas estava condenada a uma vida de total isolamento

Reprodução © Rare Historical Photos
Reprodução © Rare Historical Photos
Reprodução © Rare Historical Photos

Usando seu talento incrível, ela salvou muitos homens e mudou suas vidas para sempre

Reprodução © Rare Historical Photos
Reprodução © Rare Historical Photos
Reprodução © Rare Historical Photos

Em 1932, para honrar seu trabalho de caridade, Coleman foi nomeada Chevalier da Legião de Honra pelo governo francês

Reprodução © Rare Historical Photos
Reprodução © Rare Historical Photos

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.