10 vezes em que turistas não tiveram nenhum respeito por nada

Algumas pessoas ficam realmente animadas quando estão de férias. Na verdade, você poderia dizer que elas se transformam em zumbis auto-centrados que não têm respeito pelos lugares que visitam. De vandalizar monumentos de valor inestimável até colocar em risco animais selvagens apenas para tirar fotos, infelizmente, os turistas provaram sua estupidez repetidas vezes. Eles não merecem viver em sociedade.

1. Morto por uma selfie: Filhote de golfinho morre após posar para fotos com turistas em uma praia espanhola

solarpix

Quando turistas no sul da Espanha descobriram um filhote de golfinho que havia perdido a mãe, eles começaram a tirar selfies com o animal em vez de chamar alguém para resgatá-lo. Segundo o Daily Mail, socorristas chegaram ao local 15 minutos depois, mas o animal já havia morrido de estresse. Eles criticaram o “egoísmo” dos turistas que são “obcecados” por tirar fotos: “Os cetáceos são muito suscetíveis ao estresse, e a aglomeração em torno dele para tirar fotos e tocá-los lhes causa um grande choque que acelera muito a insuficiência cardio-respiratória. Foi o que aconteceu “.

2. Turistas destruindo formação rochosa popular no Oregon, EUA

lauralawsonvisconti , The Oregonian

A chamada formação de arenito “bico de pato” era um dos ícones do Oregon, protegida por uma cerca para afastar as pessoas porque era instável. No entanto, isso não impediu que alguns vândalos escalassem a cerca, empurrassem e puxassem a formação rochosa. Eventualmente, eles derrubaram a pedra. Alegadamente, o grupo de pessoas fez isso porque um de seus amigos tinha quebrado a perna por causa do “bico de pato”.

3. Turistas perseguem pavões, arrancam suas penas da cauda no zoológico de Pequim

yunnan.cn

Um parque de vida selvagem de Pequim, perto da Grande Muralha da China, tornou-se cenário de uma séria crueldade animal. Turistas chineses foram vistos perseguindo e pegando pavões e arrancando penas de suas caudas. Alguns turistas tentaram detê-los, mas não tiveram sucesso. Os infratores violentos não pararam até espantar o último pavão.

4. Aglomerado de turistas em praia da Costa Rica impede que as tartarugas marinhas nidifiquem

sitraminaecr

O Refúgio de Vida Selvagem de Ostional, em Guanacaste, Costa Rica, é um lugar onde as tartarugas-marinhas fazem ninho. Infelizmente para elas, centenas de turistas invadiram a praia e assustaram as tartarugas, significando que um grande número delas não puseram ovos. Esses turistas estavam procurando algumas boas fotos: alguns deles até ficaram em cima dos ninhos de tartaruga, enquanto outros colocaram seus filhos em cima dos animais.

5. Turistas invadem parque e arrancam todas as suas flores de lótus

asiaone

Turistas pegaram todas as flores de lótus no Parque Cultural e Ecológico Longqiao, localizado em Sichuan, China. O parque deveria reabrir em breve, mas teve que ficar fechado após as ações dos turistas. A temporada de flores de verão começou em junho e, desde então, turistas chineses invadiram o parque para colher as flores. No entanto, alguns turistas fizeram mais do que isso: eles também foram pescar no rio e destruíram as cercas do parque. Desde março, as cercas foram consertadas cinco vezes até o momento. Um representante do parque afirmou que eles “não podem controlar os turistas”.

6. Estudante de 15 anos exposto vandaliza Antigo Templo do Egito

weibo

Um adolescente chinês de 15 anos de idade, chamado Ding Jinhao, riscou seu nome em antigas obras de arte egípcias no Templo de Luxor, na margem leste do Nilo. Usuários da Internet rapidamente encontraram o culpado, eventualmente forçando os pais do garoto a se desculpar pelo que ele fez. O adolescente escreveu: “Ding Jinhao estava aqui” em mandarim na obra de 3500 anos.

7. Bezerro de bisonte eutanasiado após turistas de Yellowstone colocá-lo em um carro para “mantê-lo aquecido”

Desconhecido

Dois turistas pensaram que estavam fazendo uma boa ação quando na verdade estavam condenando um animal. O casal encontrou um filhote de bisonte perto de uma estrada no Parque Nacional de Yellowstone e colocou-o em seu carro para que ficasse quente. Esse ato selou o destino do bebê: não estava mais claro de onde ele veio e qual bisonte era sua mãe, o que significa que não poderia ser reunido a seu rebanho. Além disso, começou a se aproximar de pessoas e carros na estrada, criando situações perigosas. O animal teve que ser sacrificado porque dois turistas não puderam deixar a vida selvagem em paz como deveriam

8. Fonte termal de Yellowstone ficando verde por causa de turistas jogando moedas de “boa sorte”

onza04

Uma fonte termal encontrada no Parque Nacional de Yellowstone, em Wyoming, EUA, mudou a cor de azul cristal para amarelo-verde porque os turistas continuavam jogando moedas e pedras nela. A piscina é conhecida como Morning Glory. Os turistas jogam moedas e pedras porque esperam que boa sorte os acompanhe. Os destroços presos nas aberturas da piscina diminuíram a circulação da água, diminuindo a temperatura e permitindo a proliferação de bactérias que produzem uma pigmentação incomum.

9. Turista derrubou a estátua de São Miguel enquanto tentava tirar uma selfie em Lisboa, Portugal

MIR

Outra tentativa de tirar uma selfie impressionante terminou muito mal. Um turista destruiu a estátua de São Miguel no Museu Nacional de Arte Antiga de Lisboa. O visitante derrubou a estátua quando se distraiu para tirar uma selfie. A estátua de São Miguel foi destruída de tal maneira que foi impossível repará-la.

10. Uma cena infelizmente comum

Regangibson212

Recentemente, a praia de Margate, no Reino Unido, ficou coberta de garrafas vazias, pratos de papel e outros lixos. Segundo a BBC, a prefeitura limpou a sujeira e está tentando identificar os responsáveis.

“Adoramos ver pessoas curtindo nossas belas praias, mas a bagunça que foi deixada no sábado foi chocante e de cortar o coração”, disse Bob Bayford, da prefeitura local.

11. Turistas indonésios vandalizam esculturas monumentais olmecas em Tabasco

alexandersr , Jaime Ávalos/EFE

Dois turistas da Indonésia vandalizaram um total de 15 esculturas no Museu e Parque La Venta, em Tabasco, no México. O par pulverizou óleo líquido nas peças arqueológicas, uma das quais era a cabeça gigante olmeca (foto), também conhecida como “O Velho Guerreiro”. O que torna as coisas ainda piores é o fato de que as esculturas que foram danificadas pelos turistas datavam de volta a 1.000 aC.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.