10 lugares abandonados que estão sendo tomados de volta pela natureza

Versão em vídeo:

Versão em texto:

O Homem transforma tudo ao seu redor, e historicamente são muitas as transformações que fizemos no meio ambiente para que ele se adaptasse às nossas necessidades. No entanto, muitas vezes, as forças da natureza se revoltam contra as criações humanas, tomando de volta para si aquilo que lhes foi retirado.

Confira, nessa lista, uma série de lugares abandonados que pouco a pouco estão sendo tomados pela natureza:

1. SS Ayrfield, em Homebush Bay, na Austrália.

WikiCommons

Em Homebush Bay, na cidade australiana de Sydney, é possível encontrar o navio SS Ayrfield, com mais de 107 anos de idade, flutuando nas águas rasas. Protegido pela chamada “Lei dos Naufrágios Históricos”, lançada em 1976, o navio não pode ser demolido, e por isso acabou se tornando uma grande atração turística na Austrália. Com tanto tempo à deriva, o navio esbanja hoje uma gigantesca flora.

O SS Ayrfield foi enviado para Homebush Bay com o intuito de ser demolido após a Segunda Guerra Mundial, mas ao chegar lá, a empresa de demolição já havia sido fechada.

2. Kolmanskop, Namíbia.

WikiCommons

Kolmanskop foi uma cidade próspera da Namíbia, em muito devido à indústria da mineração de diamantes, nos anos 1900. Entre 1950 e 1960, no entanto, a cidade foi abandonada por seus residentes após uma série de problemas envolvendo tempestades de areias e períodos de seca.

Hoje em dia, por lá, é possível ver a areia do deserto tomando conta das antigas casas e construções.

3. Ilha de Ross – Oceano Antárctico.

Reprodução | BBC

A ilha de Ross, localizada no Oceano Antárctico, foi ocupada pelos ingleses durante o século 19, e servia como uma colônia penal. Os apenados que eram enviados para lá tinham como tarefa abrir vastas áreas florestais.

O local foi abandonado em 1942, por conta do medo da invasão por parte de tropas japonesas, bem como a incidência de enfermidades transmitidas pela água.

Hoje em dia, a ilha permanece abandonada, com vários sinais de que a natureza vem tomando conta do local.

4. Ta Prohm, Camboja.

WikiCommons

Construído entre o século XII e o XIII, o templo que atualmente recebe o nome de Ta Prohm foi uma obra do Império Khmer. Não é o único do seu tipo, mas o que faz com que ele seja especial é a forma como foi deixado à mercê da natureza, criando uma aparência incrível nos dias atuais.

Hoje em dia é um dos pontos turísticos mais procurados do Camboja, principalmente por conta do contraste provocado pela natureza na construção.

5. Ilha Gouqi, China.

Reprodução | medium.com

A população da Ilha de Gouqi, na China, começou a deixar o local em meados dos anos 90. A paisagem que hoje toma conta da ilha é simplesmente exuberante, com vastas vegetações escalando as construções deixadas para trás.

Gouqi não está completamente abandonada, e além dos turistas, recebe a visita de alguns pescadores durante o ano. No entanto, a maioria de suas construções não é mais habitada.

6. Saint Nicholas Church, República da Macedônia.

Reprodução | urbanghostsmedia.com

Esta igreja servia para atender uma série de vilarejos ao redor do lago Mavrovo, na República da Macedônia. Entretanto, em 1953 ela foi inundada com o intuito de criar um lago artificial. No entanto, o teto da construção acabou caindo, criando uma espécie de “ilha”, onde a vegetação pode crescer livremente.

Sem dúvidas, é uma paisagem diferente de tudo o que você já viu.

7. New World Mall – Bangkok.

Reprodução

Este shopping localizado em Bangkok, na Tailândia, é uma construções mais curiosas e “diferentes” que você pode encontrar no país. Fechado em 1997 por conta de problemas envolvendo a estrutura do prédio, o shopping vem desde então sendo tomado pelas forças da natureza.

Como o prédio não foi completamente demolido, sua parte interior foi completamente inundada com aproximadamente 500 metros de água. Eventualmente, moradores locais decidiram colocar peixes para viver dentro do shopping, com o intuito de lidar com uma infestação de mosquitos.

Ao longo dos anos, os peixes se multiplicaram e hoje o shopping é uma espécie de aquário gigante, que inclusive recebe grupos de turistas todo ano.

8. Chemin de Fer de Petite Ceinture, França.

Reprodução | twistedsifter.com

Esta ferrovia francesa foi utilizada amplamente por militares até que foi danificada durante a Guerra da Prussía, em 1870. Em 1934, a a ferrovia foi totalmente fechada, ainda que algumas porções dos trilhos sejam usados até hoje. As partes abandonadas, no entanto, vêm sendo continuamente tomadas pela natureza, que cria uma espécie de túneis verdes.

9. Centralia – Pennsylvania, EUA.

Reprodução | roadunraveled.com

A cidade de Centralia, na Pennsylvania, não está totalmente abandonada, mas em 2013 a estimativa era de que apenas sete pessoas viviam lá.

O local sofreu vários problemas com incêndios em meados de 1962, com o fogo se alastrando para dentro de minas de carvão. As pessoas foram evacuadas da cidade, e até hoje o fogo continua se espalhando na parte subterrânea da cidade.

10. San Juan Parangaricutiro, México.

Reprodução | watchnews.com.mx

Esta igreja localizada no México foi atingida pela erupção de um vulcão em 1943, que espalhou lava por toda a região durante vários anos. Felizmente, nenhum morador da região se feriu no incidente, mas os vilarejos ao redor da igreja foram totalmente evacuados na época.

De forma milagrosa, a igreja resistiu às adversidades provocadas pelo vulcão, e até hoje continua de pé, ainda que totalmente rodeada pela lava solidificada.

Atualmente, a igreja é um ponto turístico bastante procurado, principalmente pela forma como a vegetação vem crescendo ao redor da construção, criando uma paisagem distinta e intrigante.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.