10 fatos totalmente curiosos sobre a Primeira Guerra Mundial que você provavelmente não sabia

Desde os primeiros tanques do exército até a participação de Walt Disney na guerra, Marcia Williams, autora da Archie’s War, examinou 10 fatos interessantes que Archie Albright coleciona em seu livro de anotações sobre a Primeira Guerra Mundial.

Mistérios do Mundo
Você sabia que, em 1918, um pombo, Cher Ami, conseguiu salvar 500 soldados dos EUA? Você pode pensar duas vezes antes de fugir deles agora! Fotografia: Arquivo Hulton.

Archie’s War é a história da Primeira Guerra Mundial contada através de um livro de histórias em quadrinhos, cartas, fotografias e outras memorabilias de guerra coletadas por Archie Albright, um jovem menino na parte East End de Londres. Quando a polícia local entra na rua de Archie para anunciar que a guerra foi declarada, Archie acha que vai ser uma ótima diversão! Ele para de brincar com bolinhas e brinquedos de cowboys e índios e começa a jogar jogos de guerra. Então, gradualmente, seu mundo começa a mudar. Seu pai vai à guerra, sua mãe vai trabalhar em uma fábrica de munições, sua irmã torna-se pacifista e a vó Albright começa a maltratá-lo com a parte de trás de uma escova de cabelos.

Através da coleção do livro de Archie, uma imagem começa a construir o impacto da guerra em uma família e o progresso da própria guerra. Há ataques de Zeppelin, notícias das trincheiras e histórias de heróis de guerra. Como muitas outras crianças, quando o bombardeio e a escassez de alimentos se tornam insuportáveis, Archie acaba se mudando de local. Pouco antes de sair de Londres, seu cachorro, Velho Georgie, desapareceu. Archie tem medo de que o Velho Georgie volte para casa e encontre a casa vazia, ou pior ainda, que o açougue local transformasse Georgie em salsichas! Archie também se preocupa porque as cartas de seu pai das trincheiras não chegam a ele no país – ou que seu pai não volte para casa.

Você terá que ler o livro para descobrir Georgie virará salsicha, ou se o pai de Archie consegue voltar para casa. Enquanto isso, aqui estão alguns fatos incríveis e verdadeiros de guerra que Archie coletou ao criar seu livro de anotações:

1 – Tanques foram desenvolvidos pelos britânicos durante a Primeira Guerra

Mistérios do Mundo

Era um trabalho ultra secreto: mesmo os trabalhadores das fábricas que montaram os veículos foram mantidos sem saber do que se tratava. Eles disseram que estavam fazendo tanques de água móveis para a guerras no deserto. Os tanques eram originalmente chamados de “navios terrestres”, mas foi mudado para “tanques” para confundir o inimigo.

2 – Antes da guerra, a maioria das mulheres permaneceu em casa ou trabalhou em serviço doméstico

 Mistérios do Mundo

À medida que um número cada vez maior de homens partia para lutar, as mulheres tinham que assumir seus empregos. De repente, as mulheres estavam trabalhando nos ônibus, nos escritórios e nas fábricas, todos os trabalhos que teriam sido desaprovados em tempo de paz. As mulheres que trabalhavam em fábricas de munições foram apelidadas de “canários” porque suas peles ficavam amarelas quando entraram em contato com os produtos químicos perigosos.

3 – Quando a guerra começou, soldados britânicos entraram em batalha com apenas um boné para proteção

Mistérios do Mundo

Por sorte, os capacetes de aço foram introduzidos em 1915. O exército alemão os chamou de “tigelas de salada”! Eles eram muito desconfortáveis, mas pelo menos deram proteção aos soldados.

4 – Muitas pessoas sofreram lesões faciais durante a Primeira Guerra Mundial

 Mistérios do Mundo

Como a cirurgia plástica era primitiva, artistas criavam máscaras de cobre para esconder as feridas. As máscaras eram seguradas por óculos e pintadas para combinar com o tom de pele de cada soldado. Algumas até tinham cílios feitos de metal enrolado.

Bizarro!

5 – As primeiras ambulâncias motorizadas foram usadas durante a Primeira Guerra Mundial

Mistérios do Mundo

Milhares de homens e mulheres se ofereceram como motoristas de ambulâncias, incluindo o famoso animador Walt Disney durante a guerra.

6 – Aeronaves ainda eram muito novas em 1914, então, quando os alemães lançaram ataques de bombardeio em Londres, eles eram jogadas para fora de aeronaves, conhecidas como Zeppelins

 Mistérios do Mundo

As armas britânicas tentaram derrubá-las, mas suas balas não provocaram quase  dano algum. Em 1917, foram inventadas novas balas que inflamaram o gás dentro do Zeppelin e os destruíram. A ameaça então acabou!

7 – Aproximadamente 16.000 britânicos objetores conscientes recusaram-se a lutar durante a guerra

 Mistérios do Mundo

Alguns trabalhavam em empregos civis, enquanto outros foram enviados para a prisão. Muitos receberam uma pena branca como sinal de covardia para tentar envergonhá-los e fazerem ir à luta.

8 – Em 1918, um pombo, Cher Ami, um dos cerca de 100 mil pombos usados ​​durante a guerra, conseguiu salvar 500 soldados dos EUA

Mistérios do Mundo

Apesar de ter sido baleado pelos soldados alemães, Cher Ami entregou corajosamente uma mensagem vital dos soldados que ficaram para trás das linhas inimigas. Ela perdeu um olho e uma perna, mas os médicos do exército dos EUA salvaram sua vida e deram-lhe uma perna de madeira. Ela recebeu o prêmio Croix de Guerre por sua bravura!

9 – Máscaras de gás eficientes não existiam no início da guerra

Mistérios do Mundo

A única proteção que os soldados tinham contra ataques de gás era um pano, muitas vezes meias velhas, encharcadas em suas próprias urinas.

10 – Devido à escassez de alimentos, os britânicos foram proibidos de jogar arroz em casamentos e de alimentar pombos

 Mistérios do Mundo

Eles também foram proibidos de falar por telefone em uma língua estrangeira, de comprar binóculos e de pegar um táxi durante a noite.

Impressionante, não?

[The Guardian]

Veja também: Mais do autor

Comentários

Carregando...