10 comportamentos que segundo psicólogos mantêm o amor vivo

Há casais que se dão muito bem juntos. Sua afinidade, respeito mútuo e carinho pelo outro são nada menos do que óbvios. Parceiros que encontraram a chave para o sucesso em seu relacionamento são como um bom vinho – com o passar do tempo, o amor se torna mais forte, mais empolgante e todo dia é como um novo, repleto de novas emoções e sentimentos.

Mas, afinal, qual é o segredo disso tudo? A seguir, você verá que, muito além do que aparenta ser, relacionamentos felizes estão calcados sob fortes princípios e comportamentos em comum. Confira alguns deles:

10 – Justiça

© Shutterstock

Muitas vezes parceiros reclamam que estão sendo tratados injustamente pelo outro. As queixas incluem manipulações de culpa, promessas não cumpridas, acordos quebrados e um egoísmo excessivo.

A maioria dessas reações de desapontamento e desilusão surge principalmente de mal-entendidos. Para restabelecer o equilíbrio, é fundamental questionar-se se um está sendo justo com o outro em diversos aspectos. Se não houver essa reflexão, certamente a balança penderá mais para um lado ao ponto de cair de vez e tudo acabar.

9 – Respeito pela vulnerabilidade

© Shutterstock

À medida que um casal se conhece melhor ao longo do tempo, eles geralmente ganham acesso a toda intimidade emocional um do outro. Os dois provavelmente compartilharam suas experiências, pensamentos e sentimentos mais vulneráveis​​. Essas admissões, confissões e revelações, muitas vezes foram compartilhadas em momentos íntimos e algumas nunca foram confessadas a nenhum outro parceiro.

As pessoas que valorizam e honram seus relacionamentos não usam essas informações para prejudicar o outro. Eles sabem que têm o poder emocional potencial de ferir ou curar e escolhem sempre a segunda opção.

8 – Cavalheirismo

© Shutterstock

Ser capaz de fazer sacrifícios sem a necessidade de retribuição de vez em quando é a base do cavalheirismo. A satisfação por esse tipo de doação vem da própria ação. Não há retorno esperado ou manter o outro em dívida por esse serviço.

Ninguém consegue ser cavalheiro a cada momento, é claro, mas os parceiros que sabem que podem contar com o outro quando os tempos estão difíceis, sentem uma segurança essencial que não pode existir sem essa qualidade.

7 – Respeito pelas crenças do outro

© Shutterstock

Não importa quão compatíveis sejam, casais nem sempre compartilham as mesmas crenças, desejos ou opiniões. Alguns pensamentos e ações podem ser conflituosos para o outro e serem negociados com sucesso ou aceitos como são.

Ter respeito pela maneira como o parceiro vivencia a vida é crucial para qualquer relacionamento de qualidade. Muitas pessoas acreditam que os parceiros de sucesso devem concordar com tudo o que dizem. Mas, mesmo em relacionamentos de qualidade, pode haver diferenças cruciais que não são facilmente negociáveis. Ouvir, explorar e se estender além dos preconceitos é absolutamente necessário para garantir um bom resultado.

6 – Resiliência

© Shutterstock

Quando uma grande dificuldade surge, todos sabemos que o mais importante é o casal se unir com mais forças ainda. De fato, momentos complexos que roubam a harmonia dos dois sempre existirão, a questão é o quão rápido o casal está disposto a resolver o problema juntos. Ligar o “tanto faz” a qualquer pedra no caminho certamente não fará um relacionamento ir muito longe.

5 – Compromisso com a saúde individual

© Shutterstock

Grandes parceiros de relacionamento não esperam que seus companheiros tolerem a autodestruição ou a falta de vontade de mudar esses comportamentos. Parceiros que começam a se responsabilizar pela falta de cuidado ou negligência do outro podem pensar que estão ajudando. Mas uma coisa é ser um parceiro atencioso e solidário e outra é tentar impor restrições alimentares, exercícios, medicamentos ou comportamentos saudáveis. E fica especialmente complicado se a pessoa não estiver disposta a melhorar a si mesma.

Infelizmente, há momentos em que casais estão tão apegados que não conseguem deixar o relacionamento, mesmo quando já sabem que seus parceiros autodestrutivos continuarão a se prejudicar ou negligenciar para sempre. Nesses momentos, é crucial manter o próprio próprio autocuidado, mesmo que isso signifique deixar de tentar ajudar o outro.

4 – Lealdade

© Shutterstock

Parceiros comprometidos e bem-sucedidos equilibram cuidadosamente seu próprio autodesenvolvimento com lealdade ao relacionamento. Eles se encorajam a fazer o que for preciso para transformação pessoal, mas não às custas do relacionamento.

A confiança é parte do fundamento básico de qualquer relacionamento de qualidade. Os “acordos” que mantêm a confiança devem ser seguidos por ambos os parceiros. Para que o relacionamento prospere, ambos os parceiros devem concordar quanto a quais comportamentos são éticos e morais. Ambos confiam que o outro manterá esses comportamentos mesmo quando não estiverem distantes.

3 – Prudência

© Shutterstock

Apenas porque um casal é íntimo e conversam sobre tudo, não significa que se devem sair falando qualquer coisa sem filtro para o outro. Um parceiro não é “esponja” para absorver nossos problemas e dificuldades que passamos no dia. É essencial manter o respeito e ter empatia quanto aos sentimentos do outro para não “puxá-lo para baixo” também.

2 – Auto-análise

© Shutterstock

“Estou dando o meu melhor?” ou “O que posso fazer para ser alguém melhor?” são exemplos de perguntas fundamentais que todo indivíduo em um relacionamento deveria se fazer. Essas reflexões demonstram aos olhos do parceiro uma preocupação com si próprio e o relacionamento.

1 – Compromisso de se tornarem um “super casal”

© Shutterstock

Pessoas de referência são aquelas em que a maioria de nós confia. Elas são conhecidas por sua capacidade de manter a estabilidade emocional sob estresse, cuidarem de sua “tribo”, resolver problemas com justiça e objetividade. Em essência, elas são maduras em muitos aspectos.

Essas qualidades são respeitadas e procuradas em quase todas as culturas e, da mesma forma, em todas as relações de sucesso. É claro que sabemos que ninguém é perfeito, mas ainda assim todos podemos melhorar aprendendo e expressando essas qualidades em nossos relacionamentos amorosos.

Super casais tratam seus parceiros com respeito e os ajudam a se sentirem amados e seguros, sem indulgência ou falsidade. Eles são honestos, diretos, responsáveis ​​por seus próprios erros, abertos a novas ideias e dispostos a assumir riscos para o aprimoramento do relacionamento. Eles não fogem facilmente sob pressão e, voluntariamente, sacrificam suas próprias necessidades se a parceria precisar desse apoio na ocasião.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.