10 coisas do seu banheiro que você deve jogar fora o quanto antes

É difícil acompanhar o estoque de itens em constante mudança em seu gabinete de medicamentos. Antes de conhecê-lo mais a fundo, essas pequenas prateleiras podem acabar cheias de produtos ineficazes e expirados que provavelmente devem ser jogados no lixo e podem acarretar sérios danos à saúde.

“Eu digo às pessoas: quando você percebe que está trocando um relógio antigo, analise sua prateleira de medicamentos”, disse Heather Free, porta-voz da Associação de Farmacêuticos Americanos.

Para manter as coisas sob controle, especialistas recomendam uma análise rigorosa dos seus armários com bastante frequência, sobretudo o do banheiro, onde as bactérias fazem a festa. Pronto para eliminar os piores infratores? Aqui estão 10 coisas do seu banheiro que você deve jogar fora o quanto antes, segundo especialistas:

1 – Escova de dentes com mais de quatro meses de uso

A American Dental Association (ADA) diz que é melhor substituir sua escova de dentes a cada três ou quatro meses, ou mais cedo se as cerdas ficarem desgastadas.

Não há provas suficientes para dizer que germes em uma velha escova de dentes possam deixá-lo doente, a ADA observa. Porém, uma escova de dentes desgastada irá limpar seus dentes de forma menos eficaz. E é claro, não custa nada se prevenir.

2 – Pasta de dente velha

Pasta de dentes expiradas não são perigosas, mas se é realmente antiga – muito tempo após a data de validade impressa – o flúor pode não funcionar corretamente, disse o dentista Joel H. Berg ao New York Times.

Sua consistência também pode mudar depois de um tempo, tornando difícil tirá-la para fora do tubo.

3 – Qualquer protetor solar expirado

A Food and Drug Administration (FDA) exige que todos os protetores solares mantenham sua eficácia original por três anos.

Depois disso, não há garantia de que o produto irá proteger sua pele de radiação UV prejudicial. Ainda pode funcionar – mas você não vai querer arriscar uma queimadura solar dolorosa para descobrir, não é?

O AAD também recomenda a eliminação de qualquer protetor solar após a data de validade impressa na embalagem. Se não houver nenhuma data listada, jogue o protetor solar após três anos. Também substitua qualquer protetor solar que tenha mudado de cor ou consistência desde que você o comprou.

4 – Cosméticos que mudaram de cor, odor ou consistência – ou bactérias aparentes

Existem quatro sinais de mudança que podem indicar quando é hora de se livrar de um creme facial, maquiagem e outros produtos de beleza, de acordo com o farmacêutico do blog The Cosmetist.

A primeira é uma mudança de cor: um pouco de amarelamento geralmente não é grande coisa, mas analise se não há mudanças dramáticas na tonalidade de um produto.

Em seguida, odor. É normal que o aroma de um produto perca a potência ao longo do tempo, mas novamente, tenha cuidado com as mudanças drásticas. Um cheiro rançoso, em particular, indica que os óleos em seu produto não estão em boas condições.

Alterações na consistência também podem indicar que é hora de descartar um produto. Isto é especialmente verdadeiro quando se trata de protetor solar, pois pode não funcionar como prometido.

Finalmente, verifique se há bactérias ou fungos na forma de crescimento preto ou cinza. Caso não seja óbvio, os produtos com esses crescimentos devem ser descartados imediatamente.

5 – Medicamentos que passaram da validade

As regras da FDA exigem que todos os medicamentos venham com uma data de validade – é a data em que o fabricante pode garantir a potência total e a segurança do medicamento, de acordo com a Harvard School of Public Health (HSPH).

Mas apenas porque a validade passou, não significa que um medicamento imediatamente deixe de funcionar. Na verdade, um estudo do governo dos EUA descobriu que 90 por cento de mais de 100 medicamentos prescritos e de venda livre ainda eram seguros e eficazes mesmo 15 anos após a data de vencimento.

Ainda assim, Free recomenda seguir essas datas. “Agora o que eu digo aos pacientes é seguir as verdadeiras datas de validade [dos recipientes] apenas para ser cauteloso”, disse ela.

6 – Produtos de acne abertos há meses

A dermatologista Amy Weschler disse à Allure que os produtos de acne com peróxido de benzoíla e ácido salicílico precisam ser jogados fora após quatro a seis meses. Isso porque esses dois ingredientes tendem a apodrecer rapidamente.

7 – Álcool e peróxido de hidrogênio que você tem há anos

Free disse que os desinfetantes como o álcool e o peróxido de hidrogênio podem se tornar menos efetivos durante um longo período de tempo e recomendam a compra de garrafas menores se você não os usa com muita frequência. E jogue fora imediatamente após a data de validade impressa.

8 – Estojos antigos de lentes de contato

A Academia Americana de Oftalmologia diz que você deve substituir o seu estojo de lentes de contato, pelo menos, de três em três meses.

Uma vez que seus dedos entram em contato com o estojo, eles podem se tornar um viveiro para bactérias que causam infecções oculares.

9 – Solução de lente de contato expirada

Você nunca deve usar uma solução de contato expirada, mesmo que a garrafa ainda esteja cheia, de acordo com o optometrista Bernard P. Lepri da FDA.

Em uma entrevista à Medscape, Lepri explicou que a solução expirada pode acabar contaminada – e usar isso pode levar a infecções, perda de visão e (em casos extremos) cegueira.

10 – Absorventes internos antigos ou com invólucros rasgados

Esse tipo de absorvente têm uma vida útil de aproximadamente cinco anos, a ginecologista Alyssa Dweck disse à Women’s Health. Isso porque eles podem mofar, especialmente se ficam armazenados em um banheiro úmido e vaporoso.

Não se esqueça de verificar o invólucro também. Dweck diz que você deve sempre certificar-se de que a embalagem de um absorvente interno esteja intacta antes de inseri-lo.

Isso garante que o absorvente não esteja contaminado e é uma maneira de se proteger contra a síndrome de choque tóxico – a doença potencialmente fatal que às vezes está ligada ao uso de tampões.

[Science Alert]

Comentários
Carregando...