Uma escola na Índia está trocando mensalidades por plantio de árvores

136 visitas
Uma escola na Índia está trocando mensalidades por plantio de árvores

Para fazer com que todas as crianção vão para a escola – mesmo que seus pais não possam pagar -, uma escola primária do estado indiano de Chhattisgarth está pedindo aos pais que plantem uma árvore ao invés de pagar as mensalidades.

Os pais devem cuidar da muda e plantar uma nova caso a original morra; em comparação ao preço das mensalidades das escolas tradicionais, é um preço baixo a se pagar, e de bônus, ajuda a melhorar a qualidade do ar local.

[A poluição atmosférica da Índia já pode ser vista do espaço]

A escola, chamada Shiksha Kuteer, fica na cidade de Ambikapur. Segundo o Asian News International, pelo menos 35 crianças com idades entre quatro e cinco anos estão estudando lá.

A iniciativa foi criada por um grupo de profissionais locais e empresários como resposta ao aumento das taxas de educação no país.

O governo indiano dedica apenas 3,9% para a educação, e as famílias devem pagar o restante, assim como os livros e material escolar. Uma pesquisa recente mostrou que entre 2008 e 2014 a despesa privada aumentou em 175%, chegando a custar o equivalente a aproximadamente 325 reais por ano. O valor parece baixo, mas considerando os baixíssimos salários locais, torna a educação pouco acessível, principalmente em áreas rurais.

Só na capital, Deli, a despesa média com educação triplicou desde 2008. O problema começa no berçário, onde os pais gastam mais do que gastariam em alguns cursos na Universidade de Deli ou outras da região.

Somado a isto, a falta de gastos públicos também está prejudicando o sistema educacional. O Relatório Anual de Educação de 2014 verificou que quase 20% das crianças com idades entre sete e oito anos não sabem diferenciar números entre um e nove.

Ao oferecer uma opção acessível, a instituição não só está colaborando com o meio ambiente, mas incentivando a educação como direito dos indianos. Até agora, a escola recebeu uma resposta maciça: 700 mudas foram plantadas em toda a aldeia ao longo do último ano.

Este é apenas um caso em uma pequena aldeia local, mas como a abordagem funciona, pode ser algo que outras escolas devam considerar. A poluição do ar na Índia está atingindo níveis tão graves que escolas fecharam em Deli no mês de novembro porque o ar da cidade estava tóxico demais.

Embora poucas árvores não possam resolver este problema de forma rápida, fazer com que famílias plantem e cuidem de árvores é uma forma de incentivar ações positivas em relação ao ar, assim como ajudar na educação da próxima geração.

 

CONTINUAR LENDO
20 anos, morador de Porto Alegre/RS. Foragido da Engenharia de Energia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, iniciou a graduação em Administração na mesma universidade. Viciado em HQs da DC Comics e em gatos, este autor tornou-se a pessoa mais feliz do mundo ao transformar seu hobby em trabalho: escrever para o Mistérios do Mundo e Climatologia Geográfica. Contato para dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro feedback: matheusgoncalves.d@gmail.com ou só clicar no botão que redireciona para o Facebook.

Comentários