Poluição atmosférica está tão forte na China que mal se pode ver seus arranha-céus

320 visitas
Poluição atmosférica está tão forte na China que mal se pode ver seus arranha-céus

A China vem sofrendo com intensos níveis de poluição do ar. Desde quarta-feira, Pequim está sob “alerta vermelho” para poluição atmosférica – o mais elevado dos quatro níveis de alerta – e um “alerta amarelo” para nevoeiro. Outras áreas, particularmente no norte do país, foram fechadas sob alerta vermelho tanto para nevoeiro quanto para poluição.

Esta foto mostra o quão elevado está o nível de fumaça, envolvendo tanto a capital que apenas os topos do edifícios podem ser vistos.

A elevada poluição já se arrasta por várias semanas, causando atrasos em voos e proibição de circulação. Temperaturas mais frias significam mais queima de carvão nas casas, o que agrava ainda mais o problema.

Carvão, fuligem e poeira contém um material chamado PM2.5. As partículas deste material são pequenas, o que facilita sua fixação ao pulmões, levando à condições como asma e doenças pulmonares crônicas.

Desde quarta-feira, a concentração de PM2,5 em Pequim está em 186 ug/m3 – sete vezes a mais do que é consideram saudável. Confira o vídeo que mostra a nuvem de fumaça no domingo. Espera-se que a poluição diminua até o final da semana.

20 anos, morador de Porto Alegre/RS. Foragido da Engenharia de Energia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, iniciou a graduação em Administração na mesma universidade. Viciado em HQs da DC Comics e em gatos, este autor tornou-se a pessoa mais feliz do mundo ao transformar seu hobby em trabalho: escrever para o Mistérios do Mundo e Climatologia Geográfica. Contato para dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro feedback: matheusgoncalves.d@gmail.com ou só clicar no botão que redireciona para o Facebook.

Comentários