Os dinossauros já estavam em extinção antes mesmo do asteroide bater na Terra

1.310 visitas
Será que é verdade?

Os paleontólogos passaram décadas se perguntando a razão para a extinção dos dinossauros.

Como 75% dos seres vivos em todo o planeta, esses animais desapareceram cerca de 65 milhões de anos atrás, logo após o impacto de um asteroide de pelo menos 10 quilômetros de diâmetro que caiu no que é hoje o Golfo do México.

Na verdade, a maioria dos especialistas acreditam que, entre todas as hipóteses que foram levantadas, este choque foi o que iniciou o chamado evento de extinção Cretáceo-Paleogene.

Agora, uma equipe de pesquisadores das Universidades de Reading e Bristol, no Reino Unido, diz que os dinossauros já estavam em declínio 50 milhões antes do evento acontecer, isto é, a taxa de desaparecimento de espécies foi maior do que o aparecimento de novas.

Em um artigo publicado na revista Proceedings, da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos da América, estes especialistas apontam que, embora esse fenômeno tivesse afetado todos os dinossauros, a consequência não foi igual para todas as espécies.

Para determinar isso, eles construíram um modelo estatístico com base na informação obtida a partir do registro fóssil. Assim, eles descobriram, por exemplo, que os grandes saurópodes, caracterizados por seus longos pescoços eram aqueles que experimentaram este declínio mais rápido. Entre os terópodes, por exemplo, este evento foi mais gradual.

Manabu Sakamoto, paleontólogo da Universidade de Reading, que coordenou o estudo sugere que, em qualquer caso, os resultados são surpreendentes.

A extinção dos dinossauros, que dominaram ecossistemas terrestres por 150 milhões de anos, teve implicações importantes para muitos outros seres vivos.

Curioso, gamer e acha que entende alguma coisa de marketing digital, tanto que tem um blog sobre o tema.

Comentários