Nas profundezas dessa cidade, repousa um lugar simplesmente bizarro e assustador

Nas profundezas dessa cidade, repousa um lugar simplesmente bizarro e assustador
18.458 visitas
Trata-se de um ossário subterrâneo, considerado o maior cemitério do mundo, e não é muito difícil entender o motivo
Paris é um dos destinos turísticos mais procurados pelos amantes de viagens do mundo inteiro. Isso tudo se dá principalmente pelos pontos turísticos românticos e belos que você pode conhecer por lá. Mas saiba que Paris também possui atrações extremamente macabras, como as Catacumbas de Paris. Trata-se de um ossário subterrâneo, considerado o maior cemitério do mundo, e não é muito difícil entender o motivo, visto que o local abriga nada menos que seis milhões de esqueletos.

Da Idade Média até o final do século 18, o cemitério Les Innocents foi o principal local de enterro na cidade. No entanto, tornou-se sobrecarregado ainda no século 12.

Wikipedia

Nos séculos 14 e 15, os cidadões começaram a construir sepulturas chamadas “charniers” dentro das paredes do cemitério, e moveram alguns esqueletos para lá, tentando diminuir os problemas de lotação. Mas apesar dos esforços, uma das paredes eventualmente rompeu e as condições do Les Innocents se tornou tão péssima que os sepultamentos foram proibidos lá e em todos os outros cemitérios de Paris desde 1780.

Isso fez com que a cidade precisasse lidar com um grande problema: encontrar um novo local para fazer seus mortos descansarem com honra. O Tenente-General Alexandre Lenoir, que estava envolvido em investigações nas minas subterrâneas de Paris, sugeriu que a cidade deveria mover seus mortos para lá. Os oficiais concordaram, e então começaram as obras para transformar o local em um ossário.

Wikipedia

Começando em 1786, milhões de corpos foram exumados do Les Innocents, bem como de outros cemitérios de Paris, e movidos para as Catacumbas. Levou cerca de dois anos para realizar todo o processo.

Getty Images

O lugar começou apenas como um depósito de ossos, mas depois, em 1810, foi renovado e se transformou em um mausoléu que poderia ser visitado pelos interessados.

Use o menu abaixo para continuar lendo o artigo.

CONTINUAR LENDO

Comentários