Homem sofre de paralisia do sono desde os 15 anos e decidiu fotografar seus pesadelos mais assustadores

24.730 visitas
Os indivíduos que sofrem de paralisia do sono serão capazes de encontrar a simbologia específica que eu implementei no meu trabalho.

“Eu quero que as pessoas vejam e pensem como é não ter experimentado esses terrores noturnos. Assim é possível ter uma ideia do que se situa entre o reino dos sonhos e a consciência”.

Se você já sofreu de paralisia do sono, sabe exatamente o que é viver no maior terror do corpo. Se não, podemos explicar: em filmes de terror, no momento em que o assassino aguarda seu ataque (por trás da câmera) e cria um clima de tensão, a sensação é muito similar – você não consegue sair, ficando apreensivo e podendo levar um susto a qualquer momento. É exatamente assim que você se sente ao sofrer de paralisia do sono, porém encontra-se dentro do próprio filme.

A paralisia do sono é devido à função cerebral anormal em que parte do seu sistema nervoso acorda antes do resto do seu corpo, deixando você a mercê de seus sonhos incapaz de se mover. Estes episódios não são considerados uma doença, mas podem ser um sintoma de certas desordens neurológicas. Algumas pessoas têm apenas uma paralisia em toda a vida, porém outras sofrem constantemente do problema.

Para o fotógrafo americano Nicolas Bruno, o terror tem sido parte de sua rotina desde que ele tinha 15 anos e, embora ele já tenha conhecimento do que acontece, decidiu que esses pesadelos horríveis seriam os momentos perfeitos para suas fotografias.

15 – Barulhos

14 – Dormir

13 – Acordar

12 – Levantar-se

11 – Esperar

10 – Tentar esconder-se

Use o menu abaixo para continuar lendo o post.

Luciana Calogeras é professora e pesquisadora curiosa em diversas áreas do conhecimento. Qualquer sugestão ou feedback, fique à vontade para entrar em contato em seu perfil do Facebook.

Comentários