Essas 10 escolas mais estranhas do mundo te deixarão simplesmente chocado

4.514 visitas
Existem crianças que estudam em plataformas de trens, barcos e até mesmo cavernas – como você verá nesta matéria.

Grande parte da sociedade brasileira se demonstra insatisfeita com o ensino em nosso país e muitas são as pessoas que classificam nosso sistema educacional como ruim, já que é repleto de falhas. Entretanto, mesmo que tenhamos o mínimo que deixa muito a desejar, não podemos esquecer que existem sociedades que ainda lutam pelo básico quando o assunto é o aprendizado.

Existem crianças que estudam em plataformas de trens, barcos e até mesmo cavernas – como você verá nesta matéria. Veja a seguir essas 10 escolhas mais estranhas do mundo que lutam para manterem-se em atividade:

1 – A escola que fica em uma caverna:

Localizada em Guizhou, uma das províncias mais pobres da China, a origem dessa escola se deu em 1984 e contava na época com 8 professores e 186 alunos. Tudo começou pela falta de recursos e o governo chegou a mandar interromper as atividades do local.

A escola, no entanto, continua em atividade até hoje oferecendo estudos para quem precisa de um pouco de conhecimento.

2 – Escolas em em um barco:

As crianças que estudavam tinham sua escola frequentemente inundadas e o governo pouco se importava com os prejuízos da instituição. Desta forma, uma organização chamada Shidhulai Swanirvar Sangstha, sem fins lucrativos, resolveu criar centros de saúde e escolas que flutuam, movidas à energia solar.

Cerca de 70 mil crianças foram beneficiadas, já que a escola inclusive busca os participantes que moram próximos às ribeiras.

3 – Escola em uma plataforma de trem:

Este projeto interessante da Organização de Serviço Social Escola Ruchika surgiu a partir da observação de crianças que pediam esmolas no local. A escola na plataforma de trem conta com professores voluntários, sendo Inderjit Khurana a professora quem iniciou o projeto.

4 – A escola à prova de bombas nos EUA:

Essa escola foi um grande sucesso no auge da Guerra Fria: nomeada como Abo Elementary School, essa escola apareceu como um refúgio que pudessem servir de abrigos nucleares.

A escola possui portas de aço de 800 quilos, chuveiros de descontaminação e uma estrutura capaz de resistir a uma explosão de 20 megatons. Outros recursos como necrotério, geradores, sistema próprio de ventilação e estoques de alimentos e medicamentos também estão disponíveis. Entretanto, por precisar de muitos recursos públicos e ter um custo muito alto para se manter, em 1995 foi decretado o fechamento desta instituição.

 5 – A escola sobre a montanha:

Esta escola está localizada através de uma passagem estreita entre cipós, pedras e árvores.

A Escola Primária Gulu, em uma montanha, é mantida pelo professor Shen Qijun, que muito se preocupou em disponibilizar um pouco de educação aos habitantes dessa região afastada que tanto necessitavam.

Use o menu abaixo para continuar lendo o artigo.

CONTINUAR LENDO
Luciana Calogeras é professora e pesquisadora curiosa em diversas áreas do conhecimento. Qualquer sugestão ou feedback, fique à vontade para entrar em contato em seu perfil do Facebook.

Comentários