Astrônomos confirmam existência de metano em Marte

5.376 visitas
Descoberta poderia indicar evidência de vida no Planeta Vermelho.

Desde que aterrisou no Planeta Vermelho, a sonda Curiosity, da NASA, vem explorando a cratera Gale em busca de pistas que possam explicar como a paisagem marciana mudou ao longo do tempo. O rover já identificou um aumento de metano na atmosfera de Marte, corroborando as observações anteriores de metano que não puderam ser facilmente explicadas por décadas. Enquanto isso certamente não significa evidência de vida, a descoberta de moléculas orgânicas é muito emocionante e vai ajudar a orientar futuros estudos sobre a atmosfera marciana. Os resultados do estudo foram publicados na revista Science.

O estudo utilizou leituras obtidas ao longo de quase dois anos com a análise de amostras obtidas pelos instrumentos da sonda. A concentração média de metano é bastante estável, com 0,7 partes por bilhão em volume (ppbv), embora houvesse picos que trouxeram o montante até 7 ppbv. Esta flutuação é cerca de dez vezes maior do que o normal, o que é particularmente estranho, dado que a modelagem computacional de metano atmosférica previu que seria bastante uniforme.

Junto com a concentração de metano, os pesquisadores também usaram um conjunto de instrumentos para medir e corrigir eventuais erros contra umidade, temperatura, e flutuações na atmosfera. Em última análise, eles descobriram que esses picos de metano persistiram.

O metano é um subproduto comum de processos biológicos, mas há outras formas de criá-lo. A presença de metano por si só não é suficiente para dizer que a vida existe, ou existiu uma vez em Marte. No entanto, ainda não está claro de onde o metano está vindo. Uma pesquisa futura será necessária para determinar a origem do metano e também investigar por que ele tem picos em determinadas áreas. [IFLScience]

CONTINUAR LENDO
Fundador e proprietário do site e página Mistérios do Mundo, formado em Análise de Sistemas e amante da natureza, ciência e tecnologia. Largou o emprego para se dedicar exclusivamente a esse projeto e faz isso desde 2014. É paulista, e mora em Cascais/Portugal. Meu perfil pessoal: https://www.facebook.com/LucasRabelloMDM

Comentários