7 livros que fizeram previsões exatas sobre o futuro

1.115 visitas
7 livros que fizeram previsões exatas sobre o futuro

Os termos “viagem no tempo” e “máquina do tempo” não existiam antes da obra do visionário H.G Wells e sua grande contribuição na literatura de ficção. Depois disso, o conceito se tornou extremamente popular e surgiram algumas bases teóricas que indicam que não seria tão impossível assim. Muitos outros escritores também “previram” o futuro com precisão em suas obras.

Nesta lista, temos 7 livros que fizeram estas previsões.

1. 1984 (George Orwell)

1984 é o exemplo mais famoso desta lista. Uma das questões levantadas pelo livro de 1948 é a ampla vigilância do governo sobre as pessoas. Isto se prova real em diversos escândalos de espionagem.

2. Cyborg (Martin Caidin)

Cyborg, de 1972, conseguiu prever que membros biônicos iriam aumentar as capacidades humanas. Em 2013, isto se tornou realidade com o primeiro implante biônico de pernas.

3. 2001: Uma Odisseia no Espaço (Arthur C. Clarke)

Arthur C. Clarke é considerado por muitos como um dos maiores escritores de todos os tempos. Em “2001: uma odisseia no espaço”, ele previu a utilização de satélites de comunicação com 14 anos de antecedência.

4. O Guia do Mochileiro das Galáxias (Douglas Adams)

O Guia do Mochileiro das Galáxias é um trabalho excepcional em diversos dos seus pontos. Escrito em 1980, definitivamente estava a frente do seu tempo. O autor usa um conceito de tradução de voz em tempo real; o recurso foi criado pelo Google em 2014.

5. A cidade e as estrelas (Arthur C. Clarke)

Arthur C. Clarke aparece na lista novamente, com sua versão de realidade virtual. Ele apresentou a ideia em 1956, 10 anos antes do primeiro dispositivo de realidade virtual: um simulador de voo.

6. Neuromancer (William Gibson)

William Gibson previu algo como a internet no livro “Neuromancer”. O livro foi publicado 7 anos antes do surgimento da internet.

7. Um estranho em uma terra estranha (Robert Heinlein)

Robert Heinlein descreveu camas de água em 1961, no seu livro “Um estranho numa terra estranha”. A primeira cama de água foi patenteada em 1971.

20 anos, morador de Porto Alegre/RS. Foragido da Engenharia de Energia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, iniciou a graduação em Administração na mesma universidade. Viciado em HQs da DC Comics e em gatos, este autor tornou-se a pessoa mais feliz do mundo ao transformar seu hobby em trabalho: escrever para o Mistérios do Mundo e Climatologia Geográfica. Contato para dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro feedback: matheusgoncalves.d@gmail.com ou só clicar no botão que redireciona para o Facebook.

Comentários