15 traços comuns em psicopatas

32.254 visitas
Agora vamos ver algumas características comuns em psicopatas!

Aqui está o problema: psicopatas estão por toda parte. Estima-se que 5% da população mundial tenha traços psicopatas.

Um psicopata é definido como “uma pessoa que sofre de transtorno mental crônico com comportamento social anormal ou violento”, porém não é um distúrbio psicológico reconhecido. A psicopatia é classificada como uma subcategoria ou extensão do transtorno de personalidade antissocial, embora ainda haja debate sobre se os dois são sinônimos entre si.

Há uma maneira de saber se alguém é um psicopata? Talvez. A “Hare Psychopathy Checklist” é uma ferramenta de avaliação que pode ser usada para avaliar a presença de tendências psicopatas. Foi desenvolvida na década de 1970 pelo psicólogo canadense Robert D. Hare. A lista de verificação é composta por 20 itens, cada um com pontuação potencial entre zero e dois pontos, totalizando uma pontuação de 40. Nos Estados Unidos, uma pessoa com pontuação acima de 30 é considerada psicopata, já no Reino Unido é de 25. Paul Bernardo, um serial-killer canadense, marcou 35/40 neste teste.

15. Eles são extremamente charmosos, mas só superficialmente

Um psicopata sabe que, a fim de se aproximar das pessoas o suficiente para manipular e explorar, ele ou ela precisa ser encantador. Eles podem exibir habilidades sociais de alto nível, mas isso é tudo um charme superficial: você é apenas um meio para um fim.

Quando conseguem encantar alguém, a pessoa abaixa suas defesas emocionais e é aí que o psicopata começará a se tornar prejudicial e destrutivo. Agora, há muitas maneiras que se pode ser destrutivo, ou seja, não significa que o psicopata queira necessariamente matá-lo.

14. Eles têm uma autoestima exagerada

Os psicopatas acreditam plenamente que são seres humanos superiores. Ninguém pode dizer-lhes nada ou dar-lhes conselhos, porque eles acreditam que são muito mais inteligentes do que o resto de nós. Isso pode ser perigoso quando eles mantêm uma posição de poder, por exemplo, em um ambiente de negócios, pois podem causar danos emocionais incalculáveis aos seus subordinados.

Sentimentos exagerados de auto-importância e falta de compaixão são também as características de outro transtorno de saúde mental conhecido como Transtorno da Personalidade Narcisista. Esta desordem é associada frequentemente com a psicopatia, e aqueles que o têm gastam uma quantidade anormal de tempo pensando sobre como conseguir o sucesso e poder.

13. Mentem de forma doentia e exagerada

A mentira patológica, que também é conhecida como pseudologia fantástica, é um comportamento onde um indivíduo constantemente diz mentiras. Às vezes, a pessoa pode estar ciente de que eles estão mentindo, mas em outros casos, eles realmente acreditam em suas próprias mentiras. Este tipo de mentira pode ser associado com distúrbios como psicopatia, mas também pode ser um comportamento autônomo – assim, nem todo mentiroso que você encontrar é um psicopata.

Com psicopatas, a mentira é geralmente deslumbrante e inspiradora. Eles podem usá-la para melhorar sua imagem, ser bem-sucedidos ou parecerem algum tipo de herói ou fazê-los parecer uma vítima. Tudo depende da ocasião.

12. São os mestres da manipulação

Eles podem ser manipuladores de várias maneiras diferentes: podem contar mentiras ou compartilhar segredos falsos para ganhar a confiança dos outros. Eles podem jogar as pessoas umas contra as outras ou colocar uma pessoa para baixo para mantê-la sob seu controle. A palavra principal aqui é “poder”. Devido ao seu sentimento excessivo de autoestima, não veem nenhum problema em enganar as pessoas por seus próprios meios. Pode fazer isso para ganho financeiro, pessoal ou profissional.

11. Eles não sentem absolutamente nenhum remorso pela dor que causaram

Alguém que sofre de psicopatia tem uma gama muito limitada de sentimentos e eles são quase incapazes de sentir empatia por aqueles ao seu redor. Eles exibem uma clara falta de compaixão pela dor e sofrimento, mesmo quando são a causa dessa dor. Eles podem parecer pessoas brilhantes, vibrantes e charmosas, mas interiormente são tão frios quanto gelo.

Psicopatas apresentam uma falta de empatia que, por sua vez, leva a essa falta de remorso – não é possível se sentir culpado se você é incapaz de simpatizar ou colocar-se no lugar de outra pessoa. Isso é especialmente assustador quando se considera uma reabilitação. Como você ajuda alguém que não acredita que há algo para corrigir?

Use o menu abaixo para continuar lendo o artigo.

Fundador e proprietário do site e página Mistérios do Mundo, formado em Análise de Sistemas e amante da natureza, ciência e tecnologia. Largou o emprego para se dedicar exclusivamente a esse projeto e faz isso desde 2014. É paulista, e mora em Cascais/Portugal. Meu perfil pessoal: https://www.facebook.com/LucasRabelloMDM

Comentários